Itália emite ordem de prisão contra mulher que se uniu ao EI

MILÃO, 5 DEZ (ANSA) - A Procuradoria de Milão emitiu nesta segunda-feira (5) uma ordem de prisão contra uma mulher moradora de Lecco, na província da Lombardia, por associação criminosa com fins de terrorismo internacional.   

Segundo a investigação, a albanesa fugiu para a Síria para se unir aos extremistas do grupo Estado Islâmico (EI, ex-Isis) com um de seus três filhos no fim de 2014. A denúncia foi feita pelo próprio marido, também albanês, e foi investigada por policiais de Milão.   

As investigações, coordenadas pelo procurador-adjunto Maurizio Romanelli e pelo procurador Alessandro Gobbis, conseguiram refazer o percurso da mulher, que não teve a identidade revelada.   

Ela partiu para a Síria com o filho mais novo no dia 28 de novembro de 2014, deixando o marido e outras duas filhas, também menores de idade, com o pai. Ainda de acordo com os procuradores, a mulher deixou a Itália para, além de combater pelo EI, se casar com um jihadista da Macedônia que já estava no país do Oriente Médio. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos