Premier da Nova Zelândia renuncia por motivos familiares

ROMA, 5 DEZ (ANSA) - Após oito anos no poder, o primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, anunciou a sua renúncia e disse que a decisão de deixar o cargo vem de motivos familiares. "Essa é a decisão mais difícil que eu fiz e eu não sei o que fazer em seguida", disse Key em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (no horário local). De acordo com o jornal "The New Zeland Gerald", a esposa do político, Bronagh, teria pedido para que o conservador renunciasse, mas o político disse que na verdade sua mulher até o apoiou quando surgiu a ideia dele se candidatar pela quarta vez ao cargo no ano que vem. "Bronagh fez um sacrifício significante durante o meu tempo na política e agora é o momento para mim para dar um passo para trás na minha carreira e passar mais tempo com a minha família em casa", afirmou Key. O agora ex-premier da Nova Zelândia ainda disse que sua esposa passou "várias noites solitária" e que seus filhos, Max e Stephie, foram submetidos a "níveis de intromissão extraordinários". Com o anúncio de Key, um cáucaso do Partido Nacional (National Party) será realizado na próxima segunda-feira (12) para escolher um novo líder da legenda e um novo premier.   

O candidato preferido é Bill English, que recebeu o apoio de Key. "Quem o cáucaso votar terá o meu apoio inabalável, mas se Bill English colocar seu nome então eu votar nele", disse o agora ex-primeiro-ministro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos