Renzi se reúne com presidente para discutir futuro da Itália

ROMA, 5 DEZ (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, esteve por cerca de uma hora no Palácio do Quirinale, em Roma, para se reunir com o presidente Sergio Mattarella, a quem entregará ainda hoje seu pedido de renúncia ao cargo. Renzi anunciou que deixaria o governo italiano na noite de ontem (4), horas após os resultados eleitorais confirmarem que o premier perdeu no referendo que ele mesmo propôs para alterar a Constituição da Itália e reformar o sistema político. O "não" venceu com quase 60% dos votos, contra os 40% conseguidos pelo "sim" às reformas de Renzi. A legenda de Renzi, o Partido Democrático (PD) já discute o futuro do premier. Deverá haver uma reunião diretiva na próxima quarta-feira (7) para analisar o impacto da derrota no referendo e possíveis mudanças no partido. "Eu não competirei por nenhum cargo, isso será feito por uma nova geração. É preciso trabalhar para reconstruir a união do PD, mas com novas bases", disse o ex-premier Massimo D'Alema, que também é membro do partido. Ainda hoje, também está agendada uma reunião do Conselho de Ministros da Itália com a participação de Renzi, o que pode ser seu último compromisso oficial no órgão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos