Mattarella iniciará consultas para novo governo na quinta

ROMA, 6 DEZ (ANSA) - As consultas da Presidência italiana para a formação de um novo governo na Itália iniciarão na quinta-feira (8), no mais tardar na sexta-feira (9), informam fontes ligadas ao caso.   

Essa foi a orientação repassada pela Quirinale às vésperas da votação no Senado do Orçamento de 2017, que foi colocado sob voto de confiança, e da reunião com a direção do partido do primeiro-ministro, Matteo Renzi, o Partido Democrático (PD). A ideia é ter um cenário que evolua rapidamente para a solução.   

Isso porque o premier aceitou adiar seu pedido de renúncia, anunciado após sua derrota no referendo da reforma constitucional na noite de domingo (4), depois de uma solicitação do presidente Sergio Mattarella. O temor do chefe de Estado é de que o país ficaria estagnado se não aprovasse o Orçamento do próximo ano.   

Apesar de já ter obtido a aprovação da Câmara dos Deputados, o projeto precisa passar pelo Senado. Então, para acelerar o processo, Renzi submeteu o Orçamento ao chamado "voto de confiança". Com isso, a votação é acelerada porque não há debates sobre o texto.   

A votação, que iniciará amanhã (7) assim como a reunião do PD, deve marcar o fim do governo de Matteo Renzi de fato. Com a aprovação da medida, o premier deve se dirigir a Mattarella novamente com o pedido de renúncia formal em mãos.   

A partir de então, Mattarella tentará negociar com as forças políticas para fazer um novo governo para o país. Caso isso não seja possível, o presidente tem a prerrogativa de dissolver o Parlamento e convocar novas eleições. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos