Cancún recebe COP 13 para debater biodiversidade

CIDADE DO MÉXICO, 5 DEZ (ANSA) - A cidade de Cancún, no México, recebe a 13ª Cúpula das Nações Unidas pela Biodiversidade (COP 13) e reúne representantes de 190 países até 17 de dezembro.   

As duas semanas de fóruns e debates sobre a proteção de espécies foi inaugurada na última segunda-feira (5) pelo presidente mexicano, Enrique Peña Nieto. Durante a abertura, o mandatário afirmou que a humanidade está em um momento crucial no que diz respeito à biodiversidade.   

"Devemos dizer que chegamos a um ponto em que, ou mudamos nosso estilo de vida para deter a perda da biodiversidade global, ou esta perda irá mudar para sempre nossa forma de viver", disse.   

Entre pesquisadores, cientistas e autoridades locais, a COP 13 avaliará as políticas públicas voltadas à preservação da biodiversidade do planeta. "Os setores produtivos devem incorporar um desenvolvimento sustentável para alcançar um equilíbrio com o meio ambiente", ressaltou Peña Nieto.   

"O verdadeiro desafio é garantir que o capital natural contribua para a satisfação das necessidades e para melhorar a qualidade de vida das pessoas", completou ele.   

Durante a cúpula, o mexicano também aprovou a maior extensão de áreas naturais protegidas da história de seu país. Desta forma, ele se compromete a proteger 91 milhões de hectares, em grande parte marítimos, para blindá-los contra a exploração, além de proteger as espécies em perigo de extinção.   

"A única forma de garantir um presente e um futuro mais limpo e seguro para todos é mediante a um verdadeiro desenvolvimento sustentável. A COP 13 tem a oportunidade de mudar a visão de como preservar o meio ambiente", finalizou o mandatário.   

A delegação brasileira está representada pelo presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Maurício Lopes, o secretário de relações Internacionais do Agronegócio, Odilson Luiz Ribeiro e Silva, e o assessor para Assuntos de Meio Ambiente, João Campari.   

Na COP 12, realizada em Pyeongchang, na Coreia do Sul, os países elegeram o México com sede este ano por ser um país considerado muito diverso e por abrigar cerca de 10% das espécies registradas no mundo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos