Presidente da UE alerta para riscos de eleições na Itália

BRATISLAVA, 08 DEZ (ANSA) - O presidente de turno da União Europeia e primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, alertou nesta quinta-feira (8) que eventuais eleições antecipadas na Itália poderiam criar um "problema sério" para o bloco.   

Segundo ele, o risco estaria em uma possível vitória do partido populista e antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), liderado pelo humorista Beppe Grillo e que é contra a permanência do país na zona do euro.   

"Se houver eleições antecipadas, imaginamos que o cômico sairá vencedor, formará o governo e poderá convocar um referendo sobre o euro. Então começará um problema sério", declarou Fico durante um discurso no Parlamento eslovaco, em Bratislava.   

Além disso, ele definiu como um "grave erro político" a decisão do primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, de condicionar sua permanência no cargo à vitória do "sim" no referendo constitucional do último domingo (4), o que não aconteceu.   

"Desde o início estava claro que o premier italiano sofreria uma bela derrota. Fazer chantagem sobre um tema de política interna que quase ninguém entende é o pior erro político", acrescentou.   

Com a renúncia de Renzi, a decisão sobre o futuro da Itália está nas mãos do presidente Sergio Mattarella, que pode dissolver o Parlamento e convocar eleições - o que não deve ocorrer - ou formar um governo para concluir a atual legislatura, que termina em 2018, ou ao menos para aprovar uma nova lei eleitoral e levar o país às urnas em 2017. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos