Parlamento sul-coreano aprova impeachment de presidente

PEQUIM, 9 DEZ (ANSA) - O Parlamento da Coreia do Sul aprovou nesta sexta-feira (9) o impeachment da presidente Park Geun-Hye, envolvida em um escândalo político. Os poderes da mandatária foram suspensos após a moção de impeachment ser aprovada por 234 votos a favor e 56 contrários.   

Dois parlamentares se abstiveram e sete cédulas foram consideradas nulas.   

O processo de impeachment, agora, precisa ser aprovado pelo Tribunal Constitucional da Coreia do Sul, que tem até 180 dias para decidir sobre o tema. Durante este período, o primeiro-ministro Hwang Kyo-ahn assumirá o posto.   

A presidente será formalmente retirada do cargo se seis dos nove juízes do tribubal aprovarem o impeachment. Se isto ocorrer, a Coreia do Sul deverá convocar novas eleições presidenciais em 60 dias. O escândalo começou quando Park Geun-Hye se desculpou publicamente pelo vazamento de vários discursos presidenciais que ainda não tinham sido pronunciados. Os textos tinham sido dados à sua amiga Choi Soon-sil, que também é suspeita de ter se apropriado de US$ 70 milhões de grandes empresas do país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos