Polícia prende 7 suspeitos de matar italiano no Rio

RIO DE JANEIRO, 9 DEZ (ANSA) - A polícia do Rio de Janeiro identificou sete suspeitos do assassinato do italiano Roberto Bardella, de 52 anos, morto por engano ao entrar na favela Morro dos Prazeres. De acordo com os investigadores, sete suspeitos foram identificados com base em relatos de um parente da vítima, Rino Polato, de 59 anos, que presencionou o crime na manhã de ontem (8). A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão temporária de seis dos suspeitos, e a apreensão cautelar de um adolescente que teria participado da ação. Rino Polato prestou depoimento durante toda a tarde e a noite na Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat) e reconheceu os suspeitos através de um álbum de fotografias de criminosos procurados da região. Roberto Bardella e Rino Polato estavam em duas motocicletas e entraram no Morro dos Prazeres por engano. A dupla começou a viagem internacional em 29 de novembro e embarcou no aeroporto de Veneza. Eles já tinham passado pela Argentina e pelo Paraguai. Em menos de um mês, três italianos morreram no Brasil. Bardella, Pamela Canzonieri, que foi estrangulada em 17 de novembro na Bahia, e Alberto Barolo, morto no último sábado com uma facada em uma assalto no Ceará. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos