Mentor de massacre a 'Charlie Hebdo' é morto na Síria

WASHINGTON, 10 DEZ (ANSA) - Um dos terroristas do grupo jihadista Estado Islâmico ligado aos ataques ao jornal satírico francês "Charlie Hebdo" foi morto em Raqqa, na Síria.   

Boubaker el Hakim, de 33 anos, foi atingido por um drone norte-americano no dia 26 de novembro, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (9) pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos.   

Ek 2008, El Hakim havia sido preso na Síria e enviado para a França, onde foi condenado a sete anos de prisão. Após ser libertado, em 2011, o radical se mudou para a Tunísia.   

Em 2014, El Hakim foi responsabilizado pelo assassinato de dois políticos. Desde então, sua importância dentro do grupo Estado Islâmico cresceu. O terrorista foi mentor dos dois irmãos Said e Cherif Kouachi, que invadiram a redação do "Charlie Hebdo" e assassinaram 12 pessoas, entre jornalistas e cartunistas, em 7 de janeiro de 2015, em Paris. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos