Amigo de Putin, CEO da Exxon-Mobil será secretário de Estado

ROMA, 13 DEZ (ANSA) - O presidente eleito norte-americano, Donald Trump, confirmou hoje (13) que o CEO da Exxon-Mobil, Rex Tillerson, será o seu secretado de Estado. A mídia local já especulava que o executivo assumiria a pasta responsável pela política externa do país. Nascido em 23 de março de 1952, no Texas, Tillerson irá suceder John Kerry, que é o secretado de Estado do presidente Barack Obama. Tillerson é CEO da multinacional de petróleo e gás desde 1 de janeiro de 2006. Em 2013, ele recebeu a medalha da "Ordem de Amizade" da Rússia e é conhecido por suas boas relações com o presidente Vladimir Putin, um adversário declarado dos EUA em política externa. Há quatro anos, assinou um acordo com Moscou para a perfuração petrofífera no Ártico avaliado em mais de US$ 300 milhões e o qual acabou sendo travado pelas sanções internacionais impostas à Rússia.   

Tillerson também tem em seu currículo declarações contrárias sobre políticas contra aquecimento global. "O mundo vai ter que continuar usando combustíveis fóssies, gostem ou não", disse o engenheiro civil. Esses fatores podem atrapalhar a confirmação de Tillerson no cargo de Secretário de Estado pelo Congresso norte-americano. A lista de candidatos a secretário de Estado tinha oito nomes, como o republicano Mitt Romney, que também tentou concorrer à Casa Branca, e o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani.   

A Exxon-Mobil opera em mais de 50 países e explora petróleo e gás natural em seis continentes. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos