Câmara dá voto de confiança ao novo governo da Itália (2)

ROMA, 13 DEZ (ANSA) - A Câmara dos Deputados da Itália deu o voto de confiança ao novo governo do premier Paolo Gentiloni nesta terça-feira (13). Foram 368 votos a favor e 105 contrários na sessão.   

Agora, o voto de confiança deverá ser dado pelos senadores, em sessão marcada para esta quarta-feira (14).   

Mais cedo, em seu primeiro pronunciamento na Câmara, Gentiloni deu indícios de que não pretende antecipar o fim da atual legislatura, como cobra a oposição e até o ex-primeiro-ministro, e pediu um governo de responsabilidade.   

"Deixo para a dialética das forças políticas o debate sobre a duração do nosso governo. No que diz respeito a mim, o que vale é a Constituição: o governo durará enquanto tiver a confiança do Parlamento", declarou Gentiloni.   

A atual legislatura foi eleita em 2013 para um mandato de cinco anos, mas há uma crescente pressão para o Congresso aprovar rapidamente uma nova lei eleitoral e levar o país às urnas já em 2017. O populista Movimento 5 Estrelas (M5S) e a ultranacionalista Liga Norte exigem eleições no início do ano que vem, e o próprio Renzi defendeu publicamente a realização de um pleito o mais rápido possível. Gentiloni foi encarregado de assumir a função de primeiro-ministro após a renúncia do então premier Matteo Renzi.   

O líder do Partido Democrático (PD) anunciou que estava deixando o cargo após ser derrotado no referendo constitucional do domingo (4), quando 59,11% dos italianos rejeitaram uma ampla reforma na Constituição. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos