Deputados franceses aprovam extensão de estado de emergência

PARIS, 14 DEZ (ANSA) - Em uma votação que avançou pela madrugada desta quarta-feira (14), a Assembleia Nacional da França aprovou a prorrogação do estado de emergência no país até 15 de julho de 2017.   

A medida recebeu 288 votos a favor e 32 contra e cobrirá todo o período das eleições presidenciais, em 23 de abril e 7 de maio do ano que vem. Alem disso, estará em vigor no Dia da Bastilha, em 14 de julho. Em 2015, a data foi marcada por um atentado terrorista em Nice, no sul do país, que deixou mais de 80 mortos.   

Para que a prorrogação seja confirmada, falta apenas a aprovação do Senado, que votará o tema nesta quinta-feira (15). Segundo o ministro do Interior Bruno Le Roux, a ameaça terrorista contra o país continua "forte", e as forças de segurança já evitaram 17 atentados em 2016.   

O estado de emergência foi decretado após os ataques de 13 de novembro de 2015, em Paris, que fizeram 130 vítimas, e prolongado em diversas ocasiões desde então. A medida atribui poderes especiais à polícia para realizar detenções e operações de busca e apreensão.   

Em 15 de julho de 2017, a França terá ficado 20 meses sob esse regime, o período mais longo desde que o dispositivo foi instaurado no país, durante a Guerra da Argélia (1954-1962).   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos