Clubes europeus rejeitam proposta de Infantino para Copa

NYON, 15 DEZ (ANSA) - A Associação dos Clubes Europeus (ECA) divulgou nesta quinta-feira (15) um comunicado se opondo à proposta do presidente da Fifa, Gianni Infantino, que amplia o número de seleções para disputar a Copa do Mundo de 2026. No informe enviado ao Infantino, o presidente da entidade, o alemão Karl-Heinz Rummenigge, afirmou que o número de jogos a cada temporada "já alcançou níveis inaceitáveis". "Nós temos de voltar a nos concentrar no esporte", disse.   


Em uma pesquisa realizada pela ECA, aproximadamente 76% dos jogadores que competiram no Mundial de 2014 eram de clubes europeus."A política e o comércio não devem ser as únicas prioridades no futebol. Pelo interesse de torcedores e jogadores, nós insistimos que a Fifa não aumente esse número", ressaltou Rummenigge.   


Neste novo modelo, a competição teria 48 seleções e 16 grupos de três equipes, sendo que 32 países disputariam uma fase "preliminar", com um jogo único. Desde a edição de 1998, na França, a Copa do Mundo é realizada com 32 seleções. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos