Brasileira será chefe de gabinete de Guterres na ONU

SÃO PAULO, 16 DEZ (ANSA) - O futuro secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, anunciou nesta quinta-feira, dia 15, que os cargos mais altos de seu gabinete ficarão com três mulheres, entre elas uma brasileira.   

Guterres comunicou que a brasileira Maria Luiza Ribeiro Viotti, que atualmente é subsecretária para a Ásia e Pacífico do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, será a chefe de seu gabinete.   

Com ela, trabalharão a nigeriana Amina J. Mohammed, ministra do Meio Ambiente do país que será a vice-secretária-geral das Nações Unidas, e a sul-coreana Kyung-wha Kang, que é chefe do time de transição para o novo secretário-geral da ONU e que será a assessora especial em política do gabinete.   

"Estas indicações são o alicerce do meu time, que continuarei a construir, respeitando meu compromisso de igualdade de gênero e diversidade geográfica", disse Guterres sobre suas nomeações.   

Em seu atual cargo de subsecretária, Viotti tem uma responsabilidade especial no que diz respeito aos BRICS (grupo que reúne Brasil, Rússia, China e África do Sul).   

Diplomata desde 1976, a brasileira já foi embaixadora na Alemanha e na Bolívia, serviu na missão do Brasil com a ONU em Nova York e foi Representante Permanente do Brasil junto às Nações Unidas, presidiu o Conselho de Segurança em 2011, além de ter ocupado várias posições no Itamaraty, em Brasília. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos