Prefeito de Milão deixa cargo temporariamente após denúncias

MILÃO, 16 DEZ (ANSA) - O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, confirmou o que havia anunciado nesta quinta-feira (15) e formalizou sua suspensão do cargo por causa de investigações sobre a época em que era CEO da Expo Milão 2015.   

"A minha ausência é motivada pela pessoal necessidade de conhecer, acima de tudo, os casos e os fatos contestados. Por isso, até o momento que me for esclarecido o quadro acusatório, acredito que não posso exercitar os meus deveres institucionais", escreveu Sala à vice-prefeita da Comuna, Anna Scavuzzo, o vice-prefeito da cidade metropolitana, Arianna Censi, e para o presidente do Conselho Comunal, Lamberto Berotolè.   

No documento enviado nesta sexta-feira (16), o prefeito ainda confirmou que soube da investigação através da imprensa e que não recebeu nenhuma notificação oficial da Procuradoria de Milão.   

"Na próxima semana, me apresentarei ao Conselho da Comuna de Milão e da Cidade Metropolitana para falar sobre o caso", conclui na carta.   

Segundo matérias divulgadas pela imprensa italiana, Sala é investigado por falsidade material em um processo que investiga um esquema de corrupção e fraude em licitações envolvendo a "Piastra dei Servizi" da Expo 2015. Na época, ele era o CEO do evento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos