Autoridades mundiais lamentam ataque em mercado de Natal

WASHINGTON E ROMA, 19 DEZ (ANSA) - O governo dos Estados Unidos lamentou nesta segunda-feira (19) o "aparente ataque terrorista" ocorrido em um mercado de Natal de Berlim, que deixou ao menos nove mortos.   

"Condenamos da maneira mais forte aquele que parece ser um atentado terrorista em um mercado de Natal em Berlim. Entramos em contato com as autoridades alemãs e estamos prontos para fornecer assistência", escreveu em nota a Casa Branca.   

O comunicado continua destacando que "a Alemanha é um de nossos aliados mais fortes e próximos e um fort. Nós estamos com Berlim na luta contra aqueles que miram o nosso modo de viver e ameaçam nossa sociedade".   

Já o presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, informou que telefonou para a chanceler alemã, Angela Merkel, para expressar suas condolências pelos "trágicos eventos".   

O presidente da França, François Hollande, emitiu uma nota em que diz que os "franceses compartilham o luto dos alemães perante a esta tragédia que atinge a Europa inteira". Mais cedo, o primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, havia lamentado a "tragédia". "Dor pela tragédia de Natal em Berlim.   

Estou próximo a Angela Merkel e a todo o povo alemão", escreveu em sua conta no Twitter. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos