Moscou diz que morte de embaixador é 'ato terrorista'

MOSCOU, 19 DEZ (ANSA) - A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, definiu como um "ato terrorista" o assassinato do embaixador russo Andrei Karlov em um evento de arte em Ancara, na Turquia.   

"Hoje é um dia trágico para a diplomacia russa. Hoje, em Ancara, em um evento público, o embaixador russo foi ferido mortalmente", disse a porta-voz.   

Zakharova ainda informou que o caso será levado, na próxima segunda-feira (26), ao Conselho de Segurança das Nações Unidas.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos