Conheça os 20 vilarejos mais bonitos da Itália de 2016

ROMA, 20 DEZ (ANSA) - Antigas cidades romanas, castelos medievais, casas de veraneio beirando o mar e impressionantes paisagens de paraísos naturais integram a lista dos 20 vilarejos mais bonitos da Itália. O ranking foi elaborado pelo site especializado "Skyscanner", que avalia e compara vôos, hotéis, aluguel de automóveis e passeios.   


Em primeiro lugar está Saint Pierre, no Vale de Aosta, que conquista por sua fantástica atmosfera medieval. Muitos a conhecem como "o reino das fadas", por causa de seus impactantes castelos, com o Saint Pierre do século 12, e o Sarriod de la Tour do século 13. Este último é o mais renomado do ponto de vista artística, começando pelo seu salão de honra com figuras decorativas nas vigas do teto. Na capela se destaca um pintura de autor desconhecido, do mártir São Cristóvão, decapitado em tempos da perseguição cristã entre os anos 249 e 251 d.C.   


O segundo posto no pódio ficou para a pequena cidade de Stesa, na região de Piemonte, também conhecida como "a rainha do Lago Maggiore". Com jardins floridos e montanhas com picos nevados, é o cenário ideal para desfrutar férias "cinco estrelas". Na encosta do Monte Mottarone, se abre um lago de águas azuis, que presenteia o visitante com uma ilusão de ótica sem igual com o reflexo das ilhas Borromeu.   


Surf, as azeitonas e paisagens naturais quase intocadas estão entre os encantos do terceiro colocado: Bogliasco, na região de Ligúria. Suas igrejas são verdadeiras joias artísticas, muito apreciadas pelo turistas. São vários santuários, apesar da cidade ter poucos habitante. Os que se destacam são o Santuário de Nossa Senhora da Graça e a Paróquia da Natividade de Maria Santíssima. Além do mar azul claro, o cenário se completa com a paisagem das típicas casinhas italianas coloridas ao fundo. A próxima cidade destacada é Lovere, na região de Lombardia.   


Localizada nas margens ocidentais do Lago de Iseo, nesta localidade mágica vivem os resquícios do Renascimento, mas, também cativam suas paisagens medievais que merecem uma visita.   


Não é por acaso que está na lista de "vilas mais lindas da Itália".   


Em quinto lugar, está Vipiteno, conhecido como "o lugar do iogurte", em Trentino Alto Ádige, uma região italiana com estatuto especial que se limita com o sul da Áustria. Dizem que é lá onde se faz o melhor iogurte da Itália (alguns dizem que até do mundo), por isso, anualmente se celebra uma festa temática: "As jornadas do iogurte vipiteno", onde o leite local é o principal protagonista.   


No noroeste do país, a cidadezinha de Caorle, é a única, na região de "Trivneto" (junção de Vêneto, Trentino-Alto Ádige e Friuli-Veneza Giulia) que tem uma igreja literalmente na ponta da praia. A fascinação desse lugar encantou também ao escritor Ernest Hemingway, que a retratou em sua obra "Do outro lado do rio e das árvores". Certamente, o norte-americano se deixou levar pelas praias inabitadas de Porto Margherita.   


Na mesma área em Friuli-Veneza Giulia, está a pequena aldeia de Aquileia, que é destino obrigatório para aqueles "caçadores de arte". Com apenas quatro mil habitantes, é chamada de "segunda Roma" pelo seu esplendor monumental, herdado do Império Romano.   


A mais aclamada é a Basílica Patriarcal de Santa Maria Assunta, com pisos de mosaicos do século 4 que representam cenas de passagens bíblicas. O reino da trufa branca e do queijo Fossa, a cidade de Sant'Agata Feltria, na região de Emília-Romanha, tem produtos típicos que são celebrados em uma festa nacional no quarto domingo de outubro, desde 1988. A visita pode ainda ser mais mágica, na época de Natal, já que a cidade se destaca por seus pitorescos mercadinhos natalinos.   


Como não visitar o lugar que Dante Alighieri se referiu na "Divina Comédia"? O clássico mundial descreve Monteriggioni e seu o encanto medieval dessa vila toscana rodeada de muralhas e campos com plantações de olivas. Seus castelos do século 12, com as vielas de paralelepípedos se enchem de vida no verão com os turistas. Com muros do século 8 e 9, a cidade de Corciano, na Úmbria, é imerso em paisagens naturais. As portas São Francisco ao norte, e Santa María, ao sul, são as vias de ingresso a este simpático labirinto de ruas que conduzem até a Torre Comunal. Offida, na região das Marcas, conserva sua beleza apesar dos estragos causados pelos tremores de 2016. O antiguíssimo centro histórico está intacto e é uma verdadeira viagem através da história. Essa mesma magia pode ser encontrada em Labro, pequena comuna medieval da região do Lazio, que se localiza em cima de uma colina, a 600 metros de altura. Em seus pés está o Lago Piediluco, logo atrás do Monte Terminillo - famoso por seus pistas de esqui. Outro vilarejo que parece surgir no meio nas montanhas é Scanno, em Abruzzo. Seus destaques são a natureza selvagem e um lago de cor esmeralda em forma de coração. Castel San Vincenzo, na região de Molise é famoso pelo seu Monastério de San Vincenzo, que está em ruínas, mas muito impactante e que atrai milhares de visitantes. O mais antigo vilarejo de pescadores da ilha Prócida, no golfo de Nápoles, fica localizada na cidade de Marina Corricella. Uma miríade de casas em tons pastel que se enfileram ao lado de um anfiteatro natural em um espelho d'água, cheios de redes e barquinhos. As últimas cinco posições vão para as cidades de Specchia, Puglia; Montescaglioso, Basilicata; Monterosso Calabro, na Calábria; Marzamemi, Sicília e Orgosolo, na Sardenha. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos