Promotoria de Monza se encarregará de morte de Anis Amri

SESTO SAN GIOVANNI, 23 DEZ (ANSA) - A Promotoria de Monza, conduzida pela promotora Luisa Zanetti, irá cuidar do caso referente à morte do tunisiano Anis Amri, suspeito de ser o autor do atentado terrorista contra um mercado de Natal em Berlim, que matou 12 pessoas e feriu 48 na segunda-feira passada (19). Armi foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (23) por policiais de Milão, após se negar a mostrar seus documentos em uma operação de rotina em Sesto San Giovanni, na província milanesa, mas território de competência da Promotoria de Monza. A investigação, porém, contará com o apoio da Agência Antiterrorismo de Milão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos