Ladrões tentam assaltar casa de promotor da 'Mãos Limpas'

BERGAMO, 29 DEZ (ANSA) - Dois bandidos encapuzados tentaram assaltar a casa do ex-promotor e ex-deputado italiano Antonio Di Pietro, símbolo da Operação Mãos Limpas, que serviu de inspiração para a Lava Jato, conduzida pelo juiz Sérgio Moro.   

Os ladrões conseguiram derrubar uma cerca na residência do ex-magistrado, que fica na cidade de Curno, a 50 km de Milão, mas foram flagrados por uma vizinha, que chamou a polícia.   

Os carabineiros chegaram ao local ainda antes de os assaltantes entrarem na casa e os perseguiram de carro. O veículo dos bandidos, um Golf branco com placa suíça roubada, foi abandonado durante a fuga. Um deles foi preso nos arredores do rio Brembo, mas o outro conseguiu escapar.   

Hoje com 66 anos, Di Pietro conduziu, no início dos anos 1990, a Operação Mãos Limpas, que descobriu um esquema de corrupção nos mais altos níveis políticos, econômicos e institucionais da Itália e levou ao desaparecimento dos principais partidos da época, como a Democracia Cristã.   

Por isso, a "Mãos Limpas" é frequentemente comparada à Lava Jato, que investiga ilegalidades envolvendo a Petrobras e os mais elevados escalões dos governos petistas, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos