Com agenda conservadora, Congresso dos EUA toma posse hoje

WASHINGTON, 3 JAN (ANSA) - Tomam posse nesta terça-feira (3) os novos senadores e deputados norte-americanos, em um Congresso que promete ser o mais conservador das últimas décadas.   

Pela primeira vez desde 2007, as duas Casas terão maioria republicana e prometem revogar grande parte do chamado "legado" de Barack Obama, especialmente, no que tange o "Obamacare" (o ato que instituiu uma espécie de programa de saúde pública para milhões de norte-americanos) e a questão do corte de impostos.   

Durante os últimos anos, as leis propostas pelos representantes do partido foram sendo preteridas e muitas sequer foram sancionadas por Obama. No entanto, segundo o líder da maioria, Kevin McCarthy, "teremos muito para fazer e para desfazer" nas próximas semanas.   

A ideia, segundo analistas da política norte-americana, é apresentar esses "resultados" mais importantes já neste ano.   

Para isso, o Partido Republicano conta com a ajuda do presidente eleito Donald Trump, que toma posse no próximo dia 20 de janeiro.   

E uma primeira medida já foi votada - mesmo com minoria na Câmara. Uma lei reduziu os poderes de um escritório independente para a ética do governo, uma espécie de agência que supervisionava questões éticas dos deputados. Agora, esse departamento ficará sob gestão da comissão de ética da Casa, que é controlada pelos próprios parlamentares.   

A porta-voz dos democratas, Nancy Pelosi, disse que "evidentemente, a primeira vítima do novo Congresso republicano foi a ética" e acusou o atual líder republicano da Câmara, Paul Ryan, de "dar liberdade à corrupção parlamentar". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos