Itália faz reunião de governo para debater ameaça terrorista

ROMA, 3 JAN (ANSA) - O ministro do Interior da Itália, Marco Minniti, realizou uma reunião nesta terça-feira (3) com lideranças das forças policiais e de Inteligência para uma "atualização" sobre a ameaça terrorista de matriz internacional "após os fatos gravíssimos ocorridos em Istambul".   

No dia 1º de janeiro, um homem armado entrou na boate Reina, na capital da Turquia, durante uma festa para celebrar a chegada do ano novo, e matou 39 pessoas.   

Durante o encontro, destaca em nota o Ministério, "foi realizada uma atenta e profunda análise do cenário internacional, destacando que a atenção permanece no mais alto nível, mas o nível de ameaça não mudou para a Itália".   

Segundo a Viminale, o sistema de proteção nacional contra esse tipo de ação tem como base dois pontos. "De um lado, há uma intensa atividade de Inteligência para intervenções de prevenção e, por outro, há o controle do território com o envolvimento de todas as forças em campo", reforça o comunicado.   

Apesar de ter expulsado dezenas de pessoas suspeitas de associação ao terrorismo, a Itália é o único grande país europeu que não enfrentou atentados terroristas, cometidos por grupos internacionais, em seu território nos últimos anos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos