Turquia confirma que identificou homem que atacou boate

ROMA, 4 JAN (ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, confirmou aos jornalistas nesta quarta-feira (4) que as autoridades do país já identificaram quem é o autor do atentado contra a boate Reina, em Istambul, ocorrido no último domingo (1).   

No entanto, Cavusoglu não revelou a identidade do acusado e apenas se limitou a dizer que 20 pessoas - incluindo a esposa do atirador - foram detidas até o momento. Também está incluído nesse número os dois homens presos no aeroporto de Ataturk, que seriam jihadistas partindo para a Síria.   

Ontem (3), a TV estatal "TRT" havia divulgado que o extremista se chamava Iakhe Mashrapov, 28 anos, e que ele era natural do Quirguistão. No entanto, a mídia daquele país chegou a entrevistar Mashrapov que confirmou que foi a Istambul, mas voltou ao Quirguistão antes do tiroteio. - Estado de emergência: Para acelerar ainda mais o processo de busca do atirador, o Parlamento votou a favor da prorrogação do estado de emergência por mais três meses na Turquia. A medida permite que o governo limite as liberdades e os direitos individuais e restrinja informações sobre ataques e atentados. O estado de emergência havia sido instituído em julho do ano passado após uma tentativa de golpe de Estado ter falhado e levou à prisão mais de 40 mil pessoas supostamente envolvidas no golpe. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos