Israel prende suspeitos de ligação com atentado em Jerusalém

TEL AVIV, 9 JAN (ANSA) - Ao menos nove pessoas foram presas pela polícia de Israel após o atentado com um caminhão cometido ontem (8) por um palestino em Jerusalém. De acordo com um porta-voz da polícia, entre os detidos estão cinco parentes do autor do ataque, Fadi al-Qanbar, de 28 anos, que foi morto pelas autoridades e seria um apoiador do grupo extremista Estado Islâmico (EI). O palestino atropelou um grupo de soldados israelenses em um bairro do leste de Jerusalém. Quatro oficiais morreram e 15 pessoas ficaram feridas. O homem acelerou em direção a 45 militares e foi morto a tiros no local. O ataque foi considerado o pior de Israel nos últimos seis meses e teria sido inspirado nos atentados cometidos em Nice, na França, em julho, e em Berlim, na Alemanha, em dezembro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos