Itália anuncia reabertura de embaixada na Líbia

ROMA, 9 JAN (ANSA) - A Itália vai reabrir sua embaixada em Trípoli, na Líbia, nesta terça-feira (10), informou o ministro das Relações Exteriores, Angelino Alfano nesta segunda-feira (9).   

Com isso, os italianos serão os primeiros a operar diplomaticamente no país após o acordo entre grupos rivais que levou a um governo de unidade nacional. Em agosto de 2014, a Itália (ao lado da Grã-Bretanha) havia sido o último país a fechar sua representação diplomática no país, que enfrentava uma guerra civil iniciada com a queda de Muammar Kadafi, em 2011.   

"Após mais de dois anos, a Itália voltará a operar na Itália com um embaixador que amanhã apresentará as credenciais ao governo local. A reabertura da embaixada é um importantíssimo sinal de amizade nas relações com o povo líbio e é um sinal de forte confiança no processo de estabilização do país", destacou Alfano.   

O ministro ainda destacou que, desde que o governo de unidade foi instituído no início do ano passado, "nós trabalhamos para resultados concretos no combate à imigração ilegal e ao tráfico de seres humanos".   

A Líbia, que é uma ex-colônia italiana, fica muito próximo do território da Itália e é a principal porta de saída dos milhares de imigrantes ilegais que tentam buscar uma vida nova no continente europeu.   

Segundo Alfano, o futuro embaixador Giuseppe Perrone "é um dos melhores conhecedores da região e das temáticas sobre as políticas do Mediterrâneo". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos