Papa Francisco volta a combater o clericalismo

CIDADE DO VATICANO, 10 JAN (ANSA) - Durante a missa de Santa Marta desta terça-feira (10), o papa Francisco voltou a criticar o "clericalismo" dos "doutores da lei" ao ressaltar a humildade de Jesus Cristo nos confrontos com os fiéis.   

Segundo Francisco, Jesus tinha autoridade porque "servia as pessoas, era próximo delas e era coerente", uma postura contrária aos "doutores da lei, que se sentiam príncipes". Para o líder católico, os que detinham o conhecimento das Escrituras ensinavam "com uma autoridade clerialística, longe das pessoas e não viviam o que pregavam".   

Durante a homilia, o sucessor de Bento XVI destacou que a humildade de Jesus fazia com que ele ensinasse que "alguém que é o maior é o igual ao que serve e que se faça pequeno". "Já os doutores da lei tinham uma psicologia de príncipes. 'Nós somos os professores, os príncipes e nós ensinamos a vocês. Não servimos, nós comandamos e vocês obedecem'. E Jesus nunca se fez um príncipe. Sempre servia a todos e isso é o que lhe dava autoridade", concluiu. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos