Frio e nevem deixam 300 mil italianos sem energia

ROMA, 17 JAN (ANSA) - As baixas temperaturas continuam castigando a Itália, principalmente a zona central do país, como Abruzzo, onde o serviço de energia elétrica foi cortado. De acordo com o chefe da Defesa Civil italiana, Fabrizio Curcio, o frio continuará nos próximos dias e deve trazer mais problemas. Ele destacou que a região de Abruzzo é considerada a mais afetada no momento, mas que as autoridades já trabalham para retomar a transmissão de energia na zona, pois o gelo provocou problemas nas cabines de alta tensão. "Cerca de 300 mil pessoas estão sem eletricidade, ou seja, quase um quarto da população regional de Abruzzo", disse o vice-secretário local, Mario Mazzocca. A região de Marche, também no centro da Itália e devastada por uma série de terremotos no ano passado, está coberta de neve. Em alguns pontos, como a cidade de Ascolano, o gelo chega a uma altura de 1,5 metro. Várias cidades estão com estradas e ruas bloqueadas pela neve. As baixas temperaturas estão afetando a Itália, que passa pelo inverno europeu, nas últimas semanas. Na cidade de Altopiano di Asiago, no norte do país, a sensação térmica chegou a -31ºC.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos