Parlamento Europeu elege novo presidente hoje

ROMA, 17 JAN (ANSA) - O Parlamento Europeu realiza nesta terça-feira (17) votações para eleger seu novo presidente, o sucessor do socialista Martin Schulz. Na briga, estão seis candidatos, entre eles os italianos Antonio Tajani e Gianni Pittella, que figuram entre os mais cotados. Os Partido Popular Europeu (PPE) e Aliança dos Liberais e Democratas pela Europa (Alde) anunciaram um acordo para apoiar de Tajani ao posto, enquanto o candidato liberal da Alde, Guy Verhofstadt, retirou seu nome da corrida eleitoral. A saída de Verhofstadt da eleição foi anunciada logo na abertura da sessão de hoje pelo presidente do Parlamento, Martin Schulz. "A Europa está em crise e uma coalizão pró-europeia é necessária. Por isso, PPE e Alde, superando suas diferenças ideológicas, decidiram trabalhar juntos e oferecerem uma plataforama comum como ponto de partida para esta cooperação europeia", disseram em um comunicado os dois partidos. O acordo partidário, porém, foi criticado por Pittella. "Não haverá mais coalizões, acordos privilegiados entre grandes grupos, porque é preciso clareza, uma visão límpida e civil", afirmou. Além de Tajani e Pittella, outros quatro candidatos continuam na disputa. Se, depois de três votações, nenhum deles obter a maioria absoluta dos votos, será feita uma quarta rodada, que colocará em disputa de "segundo turno" apenas os dois mais votados. Porém, desde que o Parlamento Europeu foi eleito com voto universal, apenas uma vez se fizera necessário chegar ao quarto turno, em 1982, quando assumiu como presidente o socialista holandês Pieter Dankert. Já Martin Schulz ocupa o cargo desde 2012. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos