Presídio tem novo confronto e RN anuncia construção de muro

SÃO PAULO, 17 JAN (ANSA) - Pela terceira vez consecutiva, os presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, iniciaram nesta terça-feira (17) um novo confronto. A rebelião acontece no mesmo dia em que o governo anunciou a construção de um muro para separar as facções.   


De acordo com o comando da Companhia de Guarda Penitenciária em Natal o confronto acontece entre os integrantes do Primeiro Comando da Capita (PCC) e do Sindicato do Crime do Rio Grande do Norte.   


Segundo publicação do jornal "Folha de São Paulo", o governo do Estado do RN fará uma reforma no presídio, que contará com a construção de um muro para separar as duas facções. O secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Wallber Virgulino afirmou que o Governo não tem intenção de fechar o presídio, principalmente pela superlotação que vem acontecendo no Rio Grande do Norte.   


No último sábado (14), Alcaçuz foi palco de um massacre durante uma rebelião entre detentos. Na ocasião, 26 homens foram assassinados. Desde então a tensão segue dentro da unidade prisional. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos