Obama revela preocupação com crise entre Israel e Palestina

ROMA, 18 JAN (ANSA) - Durante sua última coletiva de imprensa, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, revelou que está "significativamente preocupado" com as questões envolvendo Israel e Palestina e que teme que o momento para chegar a um acordo "está passando".   

"Continuo muito preocupado com a situação e Israel e da Palestina. Mas, o que sei é que você não pode forçar ninguém a negociar. Mas, em uma democracia, se você não tiver dois Estados, estendendo a ocupação, milhões são deserdados - digamos assim", ressaltou.   

Sobre a abstenção dos EUA durante uma votação nas Nações Unidas, que condenou os assentamentos construídos pelos israelenses em territórios palestinos, o líder de Washington destacou que "a meta da resolução foi dizer que isso não pode acontecer, que cria uma realidade física que não podemos aceitar".   

"É importante para nós enviar uma mensagem clara porque o momento para isso pode estar passando. Precisamos que isso crie um debate na Palestina e em Israel - que não vai levar momentaneamente paz, mas que vai abrir o debate entre as nações", disse ainda.   

Já sobre outro caso internacional, Obama defendeu a reaproximação com Cuba para permitir que o povo cubano possa mudar sua realidade. Ele falou sobre a repressão política, o tratamento dado aos opositores, a repressão religiosa e disse que "para combater isso é importante trazer o povo cubano para que converse com os norte-americanos. "Com isso, poderá ser visto com o tempo as mudanças na política e na sociedade", finalizou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos