Rio transborda e aumenta preocupação em Abruzzos, na Itália

PESCARA, 18 JAN (ANSA) - Região mais atingida pelo mau tempo na Itália nos últimos dias, Abruzzos, no centro do país, voltou a enfrentar transtornos nesta quarta-feira (18), desta vez por conta do transbordamento do rio Pescara, que corta a cidade homônima.   

A Prefeitura emitiu um comunicado dizendo que há problemas de alagamento em todo o território municipal e desaconselhando o uso de automóveis. Diversas ruas e pontes foram bloqueadas, especialmente nos arredores da via Raiale, que abriga indústrias e escritórios.   

Abruzzos convive há dias com baixas temperaturas, chuvas e nevascas, e 87 mil pessoas continuam sem energia na região por causa da neve. A situação é mais grave na província de Teramo, onde 48 mil cidadãos estão no escuro. Também há 27 mil indivíduos na mesma condição em Chieti, e 12 mil na província de Pescara.   

Nesta última, um homem de 47 anos ficou ferido depois de uma árvore ter caído sobre seu carro devido à chuva intensa e aos fortes ventos. A vítima teve lesões na cabeça, mas passa bem. A situação é tão preocupante que a região cogita decretar estado de emergência, e o governo da Itália autorizou o deslocamento de soldados do Exército para ajudar a restabelecer a energia em Abruzzos.   

A Itália enfrenta uma onda de frio desde o início do ano e já registrou pelo menos cinco mortes em 2017 por conta das baixas temperaturas, incluindo de três moradores de rua. Na localidade de Dolina Campoluzzo, no extremo-norte do país, os termômetros chegaram a marcar -31,8ºC. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos