EI destrói parte de anfiteatro romano em Palmira

BEIRUTE, 20 JAN (ANSA) - O grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) destruiu parte do anfiteatro romano de Palmira, na Síria, informou a agência oficial de notícias do país, a Sana, nesta sexta-feira (20).   

Segundo as primeiras informações, eles destruíram o Tetrápilo - estrutura composta por quatro pilares no sítio arqueológico considerado um dos Patrimônios da Humanidade pela Unesco. Não é possível investigar de maneira independente a informação.   

Em comunicado, a diretora geral da Unesco, Irina Bokova, afirmou que a destruição trata-se de um "novo crime de guerra" cometido pelo EI e classificou o fato como "uma perda enorme para a Síria e para a humanidade".   

Nas últimas semanas, o Observatório Nacional para os Direitos Sírios (Ondus) noticiou que o palco do anfiteatro foi utilizado para a execução de militares pró-governo sírio e de civis, em ato semelhante ao realizado pelos jihadistas em 2015.   

As forças russas, ao lado do governo sírio, tinham reconquistado a cidade histórica, do século III a.C., mas ela voltou a cair sob controle do Estado Islâmico nos últimos meses. Lá, o grupo já destruiu diversas construções de valores históricos inestimados. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos