Após 10 anos, Etihad Airways anuncia saída de CEO

ROMA, 24 JAN (ANSA) - A companhia aérea árabe Etihad Airways anunciou nesta terça-feira (24) que seu presidente e CEO, James Hogan, deixará os dois cargos na segunda metade de 2017.   

O executivo australiano comanda o grupo dos Emirados Árabes Unidos desde setembro de 2006 e foi responsável por costurar o acordo que levou à aquisição de 49% da Alitalia, principal companhia aérea da Itália, em 2014.   

Ao lado de James Rigney, CFO da Etihad e que também deixará o cargo, Hogan montará um fundo de investimentos. A empresa disse que já iniciou a procura por substitutos.   

"Somos muito gratos a James. Em apenas 10 anos, ele supervisionou o crescimento de uma companhia regional com 22 aviões para uma empresa global com 120", disse o presidente do conselho do grupo árabe, Mohamed Mubarak Fadhel al Mazrouei.   

Já Hogan afirmou estar "muito orgulhoso" do que construiu na Etihad. "Nos últimos 10 anos, vimos resultados incríveis, mas isso representa apenas o primeiro capítulo da história da Etihad", acrescentou o australiano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos