Milão investiga Berlusconi por pagar 'mesada' a 13 mulheres

MILÃO, 27 JAN (ANSA) - O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi é alvo de mais uma investigação da Procuradoria de Milão por ter continuado a pagar uma "mesada" para jovens que participavam de suas famosas festas na mansão Arcore, conhecidas como "bunga-bunga.   

A informação do novo inquérito havia sido divulgada nesta quinta-feira (26) pela imprensa italiana e foi confirmada por fontes ligadas aos procuradores Tiziana Siciliano e Luca Gaglio.   

Berlusconi teria continuado a enviar dinheiro para 13 mulheres, incluindo a brasileira Iris Berardi, entre abril e junho de 2015 e em novembro do ano passado, em somas que podiam chegar a até 15 mil euros por mês.   

O ex-premier já está sendo investigado por corrupção contra o sistema judiciário e falso testemunho, já que teria pago os valores para as jovens não contarem a verdade durante as audiências. Amanhã (28), será realizada uma audiência preliminar para definir se ele se tornará réu ou não nesse processo, batizado de "Ruby ter". Se indiciado, essa seria a terceira investigação sobre as festas "bunga-bunga".   

Essa nova "fase" do "Ruby ter" foi baseada em depoimentos, especialmente, do testemunho feito em dezembro do ano passado por Giuseppe Spinelli. O contador italiano é acusado de ser o responsável por esses pagamentos.   

De acordo com as informações dos procuradores, as 13 mulheres teriam se dirigido a Arcore para pedir mais dinheiro durante os dois períodos de tempo investigado - a pausa nos pagamentos teria sido um pedido do contador. Após ordem de Berlusconi, o dinheiro teria sido dado a elas por Spinelli.   

O contador deu o nome das 13 mulheres que teriam pedido o dinheiro. Além da brasileira Berardi, foram pedir a "mesada" Ioana Amarghioale, Manuela Ferrara, uma das gêmeas De Vivo, Aris Espinosa, Barbara Guerra, Giovanna Rigato, Miriam Loddo, Raissa Skorkina, Alessandra Sorcinelli, Silvia Trevaini, Elisa Toti e Ioana Visan.   

De acordo com os investigadores, Aris Espinoza recebeu dinheiro equivalente para pagar o aluguel de sua casa e Manuela Ferrara chegou a receber a quantia entre 35 mil euros e 40 mil euros durante os meses de 2015. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos