Obama se diz 'encorajado' por atos contra decreto de Trump

NOVA YORK, 30 JAN (ANSA) - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse se sentir "encorajado" pela onda de protestos contra o decreto de seu sucessor, Donald Trump, proibindo a entrada de muçulmanos de sete países em solo norte-americano.   

Por meio de seu porta-voz, Kevin Lewis, o democrata também afirmou que está em "desacordo" com a discriminação religiosa e que os "valores" da nação estão em jogo. Ainda assim, ele não citou Trump em nenhum momento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos