Único suspeito de ataque em Quebec é franco-canadense

WASHINGTON, 30 JAN (ANSA) - O único suspeito do atentado contra uma mesquita em Quebec, no Canadá, é um cidadão franco-canadense identificado como Alexandre Bissonnette.   

Pouco antes, outro homem, supostamente um marroquino, havia sido detido, mas ele já foi liberado e não é considerado um suspeito, de acordo com o diário "Le Journal de Québec". Bissonnette tem 27 anos, vive no bairro de Cap-Rouge e estuda ciências políticas na Universidade Laval, vizinha ao local do ataque Ele já foi interrogado e não tinha passagens pela polícia.   

Ocorrido na noite do último domingo (29), o atentado teria sido cometido por dois homens e deixou pelo menos seis pessoas mortas, inclusive um imã. Ainda de acordo com o "Journal de Québec", o balanço inclui dois argelinos, um marroquino, um tunisiano e dois cidadãos da África Subsaariana.   

A mesquita fica no Centro Cultural Islâmico de Quebec, no leste do Canadá, e já tinha sido alvo de ameaças no passado. Em junho de 2016, uma cabeça de porco foi deixada na entrada do templo islâmico, com a frase "Bom apetite" - muçulmanos não comem carne de porco.   

O ataque aconteceu um dia depois de o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, ter escrito no Twitter que seu país sempre estaria aberto a pessoas fugindo de perseguições e guerras. "Diversidade é a nossa força. Bem-vindos ao Canadá", disse o premier.   

A declaração foi uma resposta à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de barrar a entrada de muçulmanos provenientes de sete países: Iraque, Iêmen, Irã, Síria, Líbia, Somália e Sudão.   

Nesta segunda-feira (30), os dois líderes conversaram por telefone, e o republicano expressou suas condolências ao canadense. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos