É LGBT?Confira 5 cidades para celebrar o Dia de São Valentim

VERONA, 1 FEV (ANSA) - Para o alivio dos apaixonados, o dia de São Valentim, comemorado no próximo 14 de fevereiro, está próximo. Para celebrar a data, que equivale ao Dia dos Namorados em vários países, inclusive na Itália, o site Babaiola listou as cinco cidades mais românticas para os "gay-friendly" visitarem.   


Lugares inusitados, cosmopolitas e fascinantes. Essas são algumas das características dos principais destinos que possuem exposições, passeios românticos e eventos gastronômicos.   


Praga, na Republica Tcheca - Visitar Praga é perfeito para todos os viajantes LGBT, seja sozinho ou em casal. Para os amantes, o passeio romântico à noite entre as principais igrejas, como a Catedral de St. Nicholas e Catedral de São Vito é imperdível.   


No entanto, se o casal quiser explorar o lado moderno da cidade, há diversos hotéis e centros comerciais, barcos e lojas, cujas luzes são refletidas nas águas do rio Moldava.   


Além disso, o excelente fondue de chocolate e passeios no parque Petrin Hill, onde é possível desfrutar de uma vista especial da cidade, são combinados com uma vida social ativa e emocionante. Em Praga, a comunidade LGBT ainda pode visitar o parque aquático Plavecky Stadion Podoli, o museu de arte Alfons Mucha, restaurantes e mercados exclusivos com produtos típicos. E para todos os amantes da noite, a cidade de Brno, considerada o "point dos casais LGBT", é o destino ideal para curtir os melhores bares e discotecas, incluindo o Pinocchio Gay Center, conhecido por ser um dos maiores centros de homossexuais da cidade.   


Paris , na França - Dinâmica e luxuosa. Paris é uma meta LGBT incrível! Beijos apaixonados nas famosas pontes sobre o rio Sena, jantares dentro de embarcações, e locais agitados como o teatro Paradis Latin ou o lendário Moulin Rougen.   


O casal apaixonado também não pode deixar de conferir o Museu da vida Romântica, o exótico Museu do Erotismo e o bairro Marais, onde estão concentrados os principais pontos culturais homossexuais.   


Para passar uma única noite, a cidade oferece uma vasta lista de eventos para os amantes LGBT, incluindo uma balada no Pavillon Paris na avenida mais famosa da França, a Champs Elysées.   


Viena, na Áustria - Viena, com seu rio Danúbio azul é a cidade perfeita para casais homossexuais passarem um Dia dos Namorados especial.   


Um fim de semana romântico em Viena só pode começar na bela roda gigante no parque Prater. Não muito longe do local, ainda é possível apreciar a enorme pista de gelo ao ar livre, conhecida por " Vienna Ice Dream", aberta até 8 de março.   


O evento VIVA - Valentine Viena também é imperdível para a comunidade LGBT. Durante três dias, entre 10 e 12 de fevereiro, acontece um torneio de natação e voleibol exclusivamente para homossexuais. Para aqueles que querem passar a noite em um clube gay, o destino ideal é a boate "Why Not".   


Verona - Se você ama alguém deve levar a Verona. A cidade de Romeu e Julieta, a mais apaixonante da Itália, é o local ideal para a comemoração do Dia de São Valentim.   


Com os seus edifícios neoclássicos e suas praças monumentais, o casal homossexual pode fazer um tour pelos velhos bairros medievais, passando pelo pátio do Mercado Velho até chegar na famosa varanda de Julieta, onde os amantes deixam mensagens nas paredes do jardim em todos os idiomas do mundo. Em Verona, também é possível caminhar até a Piazza Bra para admirar a Arena de Verona e depois seguir até o monumento de San Zeno Retábulo, uma obra-prima de Andrea Mantegna.   


Para os casais que procuram animação, uma visita na Porta Vescovo é essencial, à noite acontecem performances LGBT com Gogo Boys e Drag Queen. Já entre 11 e 14 de fevereiro, é realizado o principal evento da cidade, o Verona in Love, que oferece diversas experiências românticas Marrakesh, em Marrocos - Marrakesh é a cidade mais cosmopolita de Marrocos. No entanto é preciso que os casais homossexuais redobrem a atenção, já que o país ainda está em ascensão no que diz respeito a aceitar a comunidade LGBT.   


Mesmo assim, ainda é possível ter uma comemoração de Dia dos Namorados inesquecível e romântica em Marrakesh, símbolo do turismo gay, principalmente explorando a arquitetura da cidade.   


Vale a pena conhecer o Majorelle, de 1920, construído pelo pintor francês Jacques Majorelle, que abriga o Museu de Arte Islâmica.   


No coração da cidade, ao redor da praça Djemaa El Fna, há também cafés onde o visitante pode ter uma vista privilegiada da miscelânea que envolve encantadores de serpentes, músicos tocando instrumentos hipnóticos, macacos e malabaristas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos