Itália descobre desvio de dinheiro da UE para grupo mafioso

CATANZARO, 2 FEV (ANSA) - Uma operação coordenada pela Procuradoria de Catanzaro prendeu nove pessoas na região da Calábria nesta quinta-feira (2) por desviar fundos enviados pela União Europeia à Itália para uma empresa que pertence ao clã Mancuso, um dos mais poderosos do grupo mafioso 'Ndrangheta.   

Entre os detidos são o ex-assessor do Trabalho da região da Calábria e atual consultor regional do partido Força Itália, Nazzareno Salerno, o ex-presidente da fundação Calábria Ética e conselheiro comunal de Lamezia Terne, Pasqualino Roberto, o ex-diretor-geral do Departamento de Trabalho da Calábria Vincenzo Caserta e Vincenzo Spasari, considerado um contato do grupo mafioso.   

Spasari também é pai da jovem que ficou famosa na Itália por ter casado com um dos líderes do clã dos Mancuso, Antonio "Nino" Gallone, e que pousou de helicóptero no meio de uma praça de Nicotera antes de seu casamento. Além deles, outros "expoentes" políticos, empresários e funcionários públicos foram presas.   

Segundo as investigações da Direção Distrital Antimáfia (DDA), o grupo pegava o dinheiro enviado pela União Europeia para ajudar famílias em situação de dificuldade financeira e desviava para empresas da máfia. Eles eram liderados por Salerno e agora são acusados por ameaça de extorsão agravada por método mafioso, corrupção, peculato, fraude em licitações e abuso de poder.   

Além das detenções, a Justiça emitiu uma ordem de sequestro preventivo de bens no valor de cerca de dois milhões de euros.   

- Prisões da Camorra: Além da descoberta do esquema da máfia da Calábria, a Polícia e a Guarda de Finanças da Itália prenderem nesta quinta-feira cinco pessoas em Nápoles ligadas à máfia Camorra.   

Entre os presos, estão duas filhas e a nora de Francesco Bidognetti, chefe histórico e fundador do clã Casalesi com Francesco Schiavone. Segundo a polícia, Katia Bidognetti, 35 anos, foi levada à cadeia local e Teresa Bidognetti, 27, está sob prisão domiciliar porque está grávida. A nora do mafioso foi identificada como Orietta Verso, 43, que é casada com Raffaelle Bidognelli.   

Além dos cinco líderes do clã, foram presas outras 26 pessoas acusadas de serem associadas aos Casalesi. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos