Escalada da violência na Ucrânia já matou mais de 30 pessoas

MOSCOU, 03 FEV (ANSA) - Desde o início da semana, pelo menos 34 pessoas morreram durante conflitos na região de Donbass, no leste da Ucrânia, que há quase três anos é palco de uma guerra civil entre forças legalistas e rebeldes separatistas pró-Rússia.   

O balanço inclui números divulgados tanto pelo Estado-Maior ucraniano quanto pelos insurgentes. Segundo Kiev, 10 soldados foram mortos, enquanto outros 66 ficaram feridos. Já os rebeldes da autoproclamada república de Donetsk contabilizam 18 combatentes e seis civis entre os falecidos.   

Nas últimas semanas, houve uma escalada dos confrontos na Ucrânia, reacendendo o alerta em relação a uma guerra que permaneceu ignorada durante muitos meses, embora jamais tenha sido dada por encerrada.   

Oficialmente, há uma trégua em vigor no país desde o início de 2015. De lá para cá, os conflitos diminuíram, mas são frequentes as acusações de violação do cessar-fogo. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, culpou Kiev pela retomada dos combates, acusando a nação vizinha de "se fazer de vítima" para "extorquir" dinheiro dos Estados Unidos e da União Europeia.   

Já a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), à qual a Ucrânia pleiteia entrar, acusa os rebeldes pela escalada da violência. O endurecimento dos confrontos coincide com a chegada à Casa Branca do republicano Donald Trump, que indicou que pretende ter uma postura mais amigável em relação à Rússia, embora tenha mantido as sanções contra o país por conta da anexação da Crimeia.   

Os combates estão concentrados nos arredores de Donetsk, a cidade mais importante sob controle dos separatistas, principalmente no município de Avdiivka. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos