Hollande define incidente no Louvre como 'agressão selvagem'

ROMA, 3 FEV (ANSA) - O presidente francês, François Hollande, definiu o incidente no Museu do Louvre de hoje (3) como "agressão selvagem" e agradeceu "a coragem e a determinação" dos militares que conseguiram conter o homem que tentava entrar na atração turística com dois facões. De acordo com o jornal "Le Figaro", quatro militares foram agredidos no confronto no Louvre, sendo que dois têm ferimentos leves. O agressor foi encaminhado ao Hospital Georges Pompidou, em Paris, e passa por uma cirurgia. Os acessos ao centro médico foram fechados com segurança máxima. O homem foi atingido no estômago pelos tiros e estaria em condições graves, de acordo com o chefe de polícia de Paris, Michel Cadot. Um segundo suspeito foi detido e está sendo interrogado. O ministro do Interior da França, Bruno Le Roux, convocou uma reunião para esta tarde sobre o incidente no Louvre. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos