Na Mira da Justiça, Raggi recebe apoio de líder do M5S

ROMA, 4 FEV (ANSA) - O líder do Movimento 5 estrelas (M5S), o italiano Beppe Grillo, declarou neste sábado (4), pela primeira vez, apoio explicito a prefeita de Roma, Virginia Raggi, que passou oito horas dando depoimento à Justiça italiana.   

Investigada, Raggi estava isolada dentro do partido do M5S após se envolver em uma sequência de escândalos. "Cara Virginia, não deve ser fácil admitir os próprios erros como você teve a coragem de fazer publicamente. Também por isso você tem o meu respeito", disse Grillo em uma mensagem publicada em seu blog. Em sua página no Facebook, a prefeita agradeceu. "Entre os muitos comentários de afeto de agora, achei isso que me fez sorrir. Agradeço a todos e vos garanto que eu vou segurar a barra e vou seguir por Roma", escreveu ela. Na última quinta-feira (2), Raggi foi interrogada durante oito horas pela Procuradoria de Roma sobre a indicação do assessor Renato Marra para um cargo na Secretaria de Turismo. Ele é irmão de Raffaele Marra, ex-chefe do departamento de pessoal da Prefeitura e preso em dezembro passado sob a acusação de corrupção.   

Raggi teria mentido em um depoimento dado em dezembro, logo após a prisão, no qual ela negou que tinha nomeado Renato. Segundo a prefeita a contratação teria sido feita por seu gabinete. No entanto, foi encontrada uma mensagem no celular de Raffaele que mostra uma conversa com Raggi sobre o salário de Renato.   

A primeira prefeita mulher de Roma pode ser condenada até três anos de prisão por danos ao erário, ou seja, danos aos bens e patrimônios públicos, por abuso de poder e por falso testemunho.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos