Premier italiano e Trump discutem segurança e terrorismo

ROMA, 4 FEV (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discutiram por telefone a necessidade de reforçar a cooperação bilateral para lidar com uma série de temas de interesse comum, como a segurança e o terrorismo. De acordo com a Casa Branca, Gentiloni e Trump prometeram manter o compromisso na luta contra o terrorismo e concentrar esforços para resolver a crise na Ucrânica e as guerras no Oriente Médio e no norte da África. Durante o telefonema, Gentiloni também relatou a Trump o acordo assinado na semana passada entre a Itália e a Líbia para amenizar a crise imigratória, reduzir o tráfico de seres humanos e incentivar políticas de regulamentação das imigrações e de apoio aos viajantes. O premier italiano falou ainda sobre a importância da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e a colaboração entre a Europa e os Estados Unidos para manter a estabilidade regional. "Trump confirmou o apoio dos EUA à OTAN e ressaltou a importância dos aliados da OTAN de dividirem os custos monetários em gastos de defesa", informou Washington, citando um dos pontos levantados pelo magnata republicano durante sua campanha eleitoral. Trump defende que os países-membros da OTAN aumentem sua participação financeira de financiamento do organismo, alegando que a maior parte dos custos recai sobre os EUA. A Casa Branca também confirmou a participação de Trump na Cúpula do G7 que ocorrerá em maio, em Taormina, na Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos