México quer realizar 1ª cirurgia no espaço

CIDADE DO MÉXICO, 7 FEV (ANSA) - Um médico mexicano planeja realizar a primeira cirurgia espacial em parceria com a empresa japonesa Stony e apoio da Nasa, a agência espacial norte-americana.   

De acordo com o especialista Carlos Salicrup, com apoio de um ventilador impresso em 3D, ideal para intervenções cirúrgicas em missões de longa duração, "será possível tornar realiadade os sonhos de muitos cientistas".   

Batizado como "Ventilador E-mail", o dispositivo tem o objetivo de ajudar a anestesiar e ventilar alguém no espaço, o que seria "mais rápido e compacto", ideal para as áreas reduzidas da naves espaciais.   

"À medida que vamos nos elevando, há uma pressão menor e todos os gases se expandem, em seguida existem certos tipos de problemas que os pacientes podem chegar a ter, e precisamos ser treinados para cuidar deles", afirmou o mexicano.   

"Eu gostaria de ter uma sala médica na estação espacial, mas no espaço não há espaço" brincou Salicrup fazendo um trocadilho, já que o lugar é muito compacto. O especialista explica que uma outra vantagem do "Ventilador E-mail" é que ele não necessita de energia elétrica para operar, apenas precisa ser ligado a uma fonte de ar comprimido. "A anestesia inalada é mais eficaz no espaço em condições de gravidade zero, porque injetar substâncias nestas condições podem ter um resultado perigoso devido aos fluidos corporais que são redistribuídos e além da diferente circulação sanguínea", disse o médico. O "salto quântico" para intervenções cirúrgicas no espaço é marcado pela invenção da impressora 3-D e ao seu desenvolvimento, já que antigamente eram usadas tesouras, bisturis ou talas. O especialista está se preparando para participar, como médico líder, da primeira missão análoga a Marte prevista para ser realizada em março, em Torun, no norte da Polônia, onde seis astronautas vão viver em isolamento. Na missão, haverá médicos, mas a tarefa é treinar especialistas para dar auxílio de primeiros socorros e monitorar a saúde de todos a bordo.   

Salicru, 37 anos, é um médico aeroespacial e piloto, mas já foi residente de Medicina Espacial na Nasa, onde participou de cinco missões realizando preparativos e simulações de emergência para os astronautas que chegavam do espaço. Além disso, ele foi socorrista na Cruz Vermelha Mexicana. No entanto, seu sonho sempre foi realizar uma operação no espaço. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos