Assad assegura que pode dialogar com oposição, diz Rússia

MOSCOU, 8 FEV (ANSA) - O presidente da Síria, Bashar al-Assad, está disposto a negociar com a oposição de seu país, informaram nesta quarta-feira (8) parlamentares russos que se encontram com o mandatário em Damasco. "Durante nossa reunião, o presidente ressaltou que está disposto a manter contatos com todos os representantes da oposição, inclusive a armada", afirmou o deputado russo Dmitri Sablin, segundo informou a agência russa "Tass".   

De acordo com Sablin, Assad apoia o formato de negociações intersírias de Astana, a capital do Cazaquistão, pois o considera mais efetivo que as negociações em Genebra.   

"Hoje, pela primeira vez, o presidente sírio disse que apoia as conversas de Astana, e que considera efetivas e favoráveis", afirmou o parlamentar.   

A primeira rodada das negociações de paz entre o governo e a oposição síria foi realizada nos dias 23 e 24 de janeiro em Astana, a capital do Cazaquistão, com mediação da Rússia, Túrquia, Irã, e da Organização das Nações Unidas (ONU). O próximo encontro será nos dias 15 e 16 de fevereiro.   

Segundo o deputado Aleksandr Yushchenko, que também participou da reunião com o presidente sírio, "Assad está em perfeito estado, disposto e com um ânimo excelente".   

Essas negociações de paz entre o governo sírio e os rebeldes estão sendo marcadas por tensão e troca de acusações. Segundo estimativas das organizações humanitárias, mais de 11 milhões de sírios precisaram abandonar suas casas durante os anos de conflito e outros 300 mil morreram em guerra. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos