Cunha cita Temer em depoimento para a Lava Jato

SÃO PAULO, 8 FEV (ANSA) - Em âmbito da Operação Lava Jato, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha prestou um depoimento nesta terça-feira, dia 7, ao juiz Sergio Moro e disse que o presidente da República, Michel Temer, participou de uma reunião em 2007 para negociar cargos da Petrobrás.   


Segundo Cunha, o mandatário, que na época era o líder nacional do PMDB, teria se reunido com grandes nomes do partido para discutir as indicações das diretorias da companhia brasileira.   


"Michel Temer esteve nesta reunião. Essa reunião era justamente pelo desconforto que existia com as nomeações do PT de Graça Foster para a Diretoria de Gás e de Eduardo Dutra para a presidência da BR Distribuidora terem sido feitas as nomeações do PMDB terem sido feitas", afirmou o político a Moro.   


Temer, no entanto, disse em nota que não participou desta ou de nenhuma outra reunião no Palácio do Planalto sobre a indicação de cargos para a Petrobras, que já havia sido citada em denúncia da força-tarefa da Lava Jato contra Cunha.   


Sobre isso, o ex-presidente da Câmara, preso em outubro do ano passado, voltar a afirmar que "a resposta do presidente Michel Temer nas perguntas está equivocada". "Ele participou sim dessa reunião e foi ele quem comunicou a todos nós o que tinha acontecido na reunião, porque não era só o cargo da Petrobrás, eram outras discussões que aconteciam no PMDB", ressaltou Cunha.   


O político ainda disse que tinha o hábito de ter encontros todas as semanas com Temer e com outros líderes da legenda para "debater e combinar toda a situação política". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos