Mausoléu de Lênin será fechado para conservação de cadáver

MOSCOU, 9 FEV (ANSA) - Um dos maiores pontos turísticos da Rússia, o Mausoléu de Lênin na famosa Praça Vermelha, em Moscou, ficará fechado para o público por dois meses para que o corpo do pai da revolução bolchevique seja submetido aos seus "cuidados" periódicos.   


De tempos em tempos, o cadáver do líder russo é retirado do seu "sarcófago" de vidro para que possa receber banhos de soluções químicas para que ele continue bem conservado. No entanto, em ocasião do aniversário de 100 anos da revolução bolchevique, que será celebrada em novembro de 2017, o processo de conservação será mais rigoroso, tanto que o mausoléu ficará fechado de 16 deste mês até o mesmo dia de abril.   


O corpo de Lênin será submetido a banhos com de substâncias químicas, que têm como objetivo interromper o processo de desumidificação. A roupa posta do cadáver do líder também será trocada para a ocasião.   


Lênin foi embalsamado logo após sua morte, em 1924, e seu corpo se mantém em ótima conservação desde então, com grande ajuda do frio que atinge a capital russa, com temperaturas negativas por boa parte do ano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos