Em referendo, suíços rejeitam sediar Jogos Olímpicos

GENEBRA, 13 FEV (ANSA) - O cantão de Grisões, no leste da Suíça, rejeitou no último domingo (12) a concessão de um crédito de 25 milhões de francos (R$ 85 milhões) para a candidatura da região para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2026.   


O projeto era apoiado pelo governo, por partidos conservadores e de centro e pelos grandes grupos econômicos, mas enfrentou oposição de socialistas, verdes e organizações ambientais. O "não" às Olimpíadas foi dado por meio de um referendo, quando os cidadãos de Grisões rejeitaram o crédito por 60,09% dos votos.   


Dos 25 milhões de francos, 9 milhões seriam dados pelo cantão, oito milhões, pelo governo nacional, e outros oito, pelo Comitê Olímpico da Suíça. A medida foi rejeitada até mesmo em cidades conhecidas pela vocação para esportes de inverno, como Davos (52,90%) e St. Moritz (56,10%), que sediou o evento em 1928 e 1948.   


Em março de 2013, outro referendo já havia bloqueado a candidatura de Grisões aos Jogos de 2022, que serão realizados em Pequim, na China. Os adversários da proposta alegam que os gastos com as Olimpíadas causariam riscos financeiros para a região.   


Com a saída de cena de Grisões, a Suíça ainda pode ter uma candidatura da cidade de Sion, que fica no cantão de Valais, no sul do país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos