EI ataca templo no Paquistão e deixa ao menos 70 mortos

Em Roma

  • Xinhua

    Vítima é socorrida após atentado em templo na cidade de Sehwan, no sul do Paquistão

    Vítima é socorrida após atentado em templo na cidade de Sehwan, no sul do Paquistão

Ao menos 70 pessoas morreram e outras 100 ficaram feridas após um atentado suicida, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), na entrada de um santuário na cidade de Sehwan Sharif, no sul do Paquistão, nesta quinta-feira (16).   

De acordo com a imprensa local, a mulher-bomba teria detonado o explosivo durante um ritual religioso no templo, que é construído em torno do túmulo do filósofo sufi Lal Shahbaz Qaladar.   

"A explosão ocorreu dentro das instalações do santuário, nós declaramos emergência e estamos deslocando os feridos para hospitais próximos", disse o vice-comissário Munawar Mahesar ao canal "Ary News".   

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou o ataque em comunicado divulgado pela sua agência de notícias, a "Amaq", segundo informou o Twitter do "Site", portal que monitora a atividade de extremistas na web. 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos