Palmeiras plantadas em Milão são queimadas por manifestantes

MILÃO, 19 FEV (ANSA) - Três palmeiras que tinham sido plantadas na praça do Duomo de Milão, na Itália, foram queimadas durante a madrugada deste domingo (19). As árvores haviam causado revolta de nacionalistas por serem características de países tropicais, e não da vegetação italiana. A polícia está analisando as imagens de câmeras de segurança próximas à catedral e à famosa praça, que é o cartão-postal de Milão, para identificar os culpados pela destruição das plantas.   

A instalação de palmeiras foi uma iniciativa patrocinada pela rede norte-americana de cafeterias Starbucks, que em 2018 abrirá sua primeira loja na cidade. As árvores fazem parte de um projeto para aumentar as áreas verdes de Milão e contam com o aval da Prefeitura. Além das palmeiras, estava prevista a plantação de bananeiras e flores rosas. Partidos nacionalistas e de extrema-direita, como a Liga Norte, criticaram a iniciativa na semana passada. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos