Greve na Alitalia afeta aeroportos na Itália e cancela voos

ROMA, 23 FEV (ANSA) - Os aeroportos da Itália estão com as operações afetadas nesta quinta-feira (23) por uma greve de 24 horas de pilotos e assistentes de voo da companhia Alitalia e por outra greve de funcionários de trânsito aéreo. A paralisação foi convocada por três sindicatos, o Anpac, Anpav e USB Trabalho Privado. Com a falta de funcionários, a Alitalia cancelou 60% dos voos nacionais e internacionais programados para hoje, mas ativou um plano para realocar mais de 90% dos passageiros que serão afetados. No período da tarde, além dos pilotos e comissários, cruzarão os braços funcionários operativos de aeroportos e de companhias estrangeiras, em outra greve convocada por sindicados confederados de transporte áereo. A EasyJet também anunciou a adoção de medidas de gerenciamento de crise para evitar o impacto das paralisações. A Alitalia enfrenta uma nova crise financeira, após ter ficado à beira da falência há quase dois anos. O governo italiano já demonstrou preocupação com a situação da empresa, que teria sofrido prejuízo de 400 milhões de euros em 2016, de acordo com estimativas da imprensa. O prejuízo teria sido causado pela estratégia de apostar nas rotas de curta e média distância, menos lucrativas, deixando de lado os trechos longos. Na primeira semana de março, a companhia deve apresentar seu novo plano industrial, mas já se fala em um corte de mil funcionários, o que despertou a ira dos sindicatos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos